Você está em Práticas Sugeridas

Alinhamento do Hara


Grau de Dificuldade

Muito fácil de ser realizado

Técnica

VERSÃO COMPLETA

Consiste de uma seqüência de posturas a serem realizadas sucessivamente conforme a ordem mostrada abaixo. O tempo que se ficará em cada posição dependerá tão somente de a pessoa sentir que já está no momento de mudar, uma vez que já se sente alinhada com a realização da postura anterior.

 

1 – Parar numa base aberta, umas duas aberturas de ombro, com os pés voltados para fora num ângulo aproximado de uns 45º cada. Fletir os joelhos e ajustar o quadril.

Puxar uma mexa do cabelo e se sentir como se estivesse pendurado por fio nessa mexa sendo puxado para cima. Após esse encaminhamento inicial, colocar as mãos lateralmente nos quadris.


2 – Levar as duas mãos com os dedos apontados conforme na ilustração para o tan tien.O tan tien é um dos quatros pontos que compõem o hara, sendo um dos dois que se encontra a altura do corpo físico. É o principal centro de força do corpo, sendo muito trabalhado dentro das artes marciais.Este ponto encontra-se cerca de quatro centímetros abaixo do umbigo.Esta posição das mãos tem o propósito de sensibilizar e concentrar a atenção no tan tien.


3 – Posicionar as mãos em forma de triângulo voltado para baixo sobre esse mesmo centro de força.


4 – Deixar a mão direita com o apontamento dos dedos sobre o tan tien e a esquerda voltada para baixo, com a palma da mão aberta.

Esta posição irá alinhar e focar a atenção para o ponto do hara que fica abaixo da terra.


5 – Colocar as mãos naquela mesma posição de apontamento dos dedos sobre a sede da alma, que fica na parte superior do peito, sendo o outro dos pontos da linha do hara que se encontra na altura do corpo físico.


6 – Manter a mão direita sobre a sede da alma e apontar a esquerda para o solo, como já feito em relação ao tan tien


7 – Mantendo a mão esquerda na posição que se encontrava, levar a mão direita ao topo da cabeça apontando para cima, com a palma da mão aberta.

Nesta posição, o foco será no ponto do hara que fica a cerca de um metro acima da cabeça.


8 – Abaixar a mão direita até a altura do peito.


VERSÃO RESUMIDA:

Esta versão serve para ser realizada mais rapidamente. Não tem tanto poder de alinhamento como a completa, mas ajuda bastante quando a pessoa já tem internalizada a memória do alinhamento do hara.


Posicionar-se em pé com os joelhos fletidos, o quadril encaixado e a coluna ereta.

Colocar os dedos em forma de apontamento sobre a sede da alma, acima do peito, e o tan tien, abaixo do umbigo.

Mão direta acima, esquerda abaixo.

Concentrar-se em seu alinhamento.

Fazer um “Om” nesta posição ajuda bastante.


Uma vez já tendo alguma prática com as técnicas acima, a pessoa também conseguirá alinhar o hara em alguns momentos apenas focando sua atenção, sem que precise lançar mãos das posturas acima. Entretanto, mesmo para essas pessoas, realizar as posturas acima sempre será benéfico para resgatar e firmar esse alinhamento, que é dinâmico como a vida, não sendo algo que se atinge uma vez e pronto, ficará sempre assim…

Além das técnicas pela seqüência de posturas e da postura para a versão simplificada mostradas acima, um bom direcionamento para procurar o alinhamento do hara é declarar previamente nosso propósito quando estivermos interagindo com alguém, abrindo assim uma melhor possibilidade de entendimento, comunicação e encaminhamentos para que nossos objetivos possam ser atingidos em harmonia com os objetivos e propósitos dos outros.

Predomínio Sutil / Físico-denso

Trabalha a partir do “mundo sutil”.

Propósitos Intrínsecos

Se autoalinhar, especialmente sob a clareza de propósitos de vida, e também de alinhar com todas as demais pessoas no Planeta Terra que se encontram com suas linhas de hara e propósitos de vida alinhados.

Efeitos relacionados possíveis

Movimentar-se física e não fisicamente mais facilmente pela vida, sem estar se contrapondo à vontade de outros seres. Resolver problemas lombares. Abrir canais poderosos para o alinhamento da aura e conseqüentemente atingimento da saúde física.

Sugestão de intensidade

Sempre que possível em sua versão mais completa e ao menos uma vez por dia, de preferência pela manhã, em sua versão resumida. Para quem atende terapeuticamente outras pessoas, é bastante interessante realizar ao menos a versão resumida antes e após cada atendimento.

Relação com a percepção

Perceptível apenas para aqueles que já estão no caminho do desenvolvimento da expansão de consciência e da autopercepção.

Requisitos Desejáveis

Já conhecer o sistema áurico e estar aberto para conhecer algo ainda mais sutil, pois a linha do hara está para o campo áurico, sob a ótica de ser mais sutil, assim como o campo áurico está para o corpo físico.

A explicação aqui sobre este alinhamento tem muito mais o objetivo de divulgar e chamar a atenção para essa possibilidade de que realmente transmitir todo o conhecimento aí envolvido. Uma fonte excepcionalmente clara e rica para aprender sobre isso se encontra no livro “Luz Emergente”, de Barbara Brennan. Nele, poderá ser encontrada não só uma explicação mais completa e rica de como realizar a técnica aqui descrita, mas também todo um conjunto de conhecimentos prévios muito valiosos para que a pessoa possa usufruir plenamente dos benefícios do alinhamento do hara.

Variações

Fazer em grupo. Da mesma forma que feito individualmente, mas quando em grupo, as pessoas devem se posicionar de frente umas para as outras: frente a frente, em triângulo, em círculos etc.

<Anterior Próximo>

Deixe Seu Comentário

Comentário(s) para Práticas Sugeridas.
Se seu post não aparecer imediatamente, atualize a página pois ele já deve estar ativo.