Integrando os Sonhos


Os sinais […] indicam trechos disponibilizados apenas na VERSÃO COMPLETA ou no livro Caminhos da Cura.


Foto: Vanessa Oliveira

Jung postulou que “não há dentro de uma avaliação objetiva, racional, meios confiáveis de fazermos uma análise adequada de nós mesmos. Só o inconsciente, por estar livre de nossas ações reflexas racionais, pode nos dar um feedback cristalino a nosso próprio respeito.”

Uma das formas mais fluidas e gratificantes de integrarmos os conteúdos inconscientes é por meio da interação/integração de nossos sonhos.

Ao se conectar com seus sonhos, a pessoa dá a si mesma um grande presente, aumentando potencialmente sua integração com a vida e o proveito que se pode tirar dela, além de expandir sua consciência.

O Osho tem uma frase muitíssimo interessante no sentido de dizer que estamos acordados, porém dormindo para nossa própria realidade. Aumentando nossa consciência, chegará o dia em que nossos corpos estarão dormindo e nós “acordados”, assistindo-os no sono.

Na ligação com os sonhos, nossa capacidade de sentir a vida é muito mais do que apenas duplicada, pois não é tão somente como se também estivéssemos acordados durante a noite, virtualmente (ou realmente…) dobrando nossa capacidade de experienciar a vida. É muito mais do que isso. Considerando que as emoções geradas dentro do sonho são são factuais, gerando efeitos em nosso mundo manifesto, especialmente no corpo(*), nossa intensidade de relação com a vida eleva-se a padrões exponenciais muito altos, pois, muitas vezes, podemos passar uma vida inteira tentando atingir determinada emoção sem conseguir, enquanto que, numa única noite, podemos passar por emoções que demandariam muitos anos para podermos concretizá-las na manifestação cotidiana da vigília. Sem contar que podemos, ainda, acessar emoções únicas e/ou inatingíveis experimentalmente durante a vigília, como morrer, voar, explodir e por aí vai…

(*) alguns cardíacos chegam a morrer de infarto durante o sono. Podemos ainda acordar marcados por todos os tipos e intensidade de emoções de acordo com os conteúdos dos sonhos e as reações que eles nos despertam.

Próximo =>


Versão Demonstrativa – resumida para Internet     –     1ª Versão julho / 2005

Peça a Versão Completa  e Atualizada no
E-Book  ou no Livro Caminhos da Cura.

Próximo>

Deixe Seu Comentário

Comentário(s) para Integrando os Sonhos.
Se seu post não aparecer imediatamente, atualize a página pois ele já deve estar ativo.