Nutrição pra cura e a vida



Versão Preliminar (contribua e ajude este conteúdo a ser desenvolvido mais rápidamente)


Trará, dentre outros, o desdobramento dos seguintes conteúdos:

Nutrição Cura VidaO propósito deste texto é o de abordar aspectos que normalmente não são abrangidos pela literatura especializada quando tratam desse assunto, que geralmente foca tipos de práticas e os envolvimentos normalmente característicos da Nutrição mais tradicional, abordando a alimentação focada em comida e em especificações na linha “calorias, carboidratos, gorduras” e com sugestões de tipos de alimentos e combinações. Como esta página é centrada na Terapia Energética, o objetivo é levantar alguns aspectos entre essa questão e a nutrição.

Fragmentos

  • Nutrição envolve necessariamente relacionamento. Comemos por afinidade (ressonância) ou necessidade de ter determinando tipo de relacionamento com determinado tipo de alimento para “aprender a sua mensagem”;
  • A relação do alimento com a ressonância é a seguinte: quanto mais denso o alimento (carnes, álcool, chocolate, excesso alimentar etc), menor a capacidade da pessoa em atingir estados ressonantes; quanto mais sutil a alimentação (alimentos naturais, frutas, ar, bons relacionamentos afetivos, luz…), maior a capacidade da pessoa em atingir estados ressonantes.
  • Formas de alimentação que estão muito além apenas da comida – existem quatro maneiras muito importantes de se obter energia: alimentação, respiração, sono e meditação. Além das formas de obtenção de energia, também devemos considerar a alimentação do nosso espírito, das nossas emoções e de nosso estado emocional, que além de determinarem consumo energético elevado (quando ocorrem de forma desequilibrada) também tem o potencial de nos nutrir, e isso não é apenas num aspecto ou prisma sutil não. Quando temos boas experiências, nos nutrimos energeticamente delas, gerando energia para todo o nosso sistema, inclusive o corpo físico. Ter bons relacionamentos comas as pessoas, é fundamental nesse sentido;
  • A energia e as crenças de uma pessoa são transmitidas de uma forma homeopática (que pode se manifestar extremamente poderosa e profunda, embora sutil, a partir de sua percepção física) através do alimento que ela prepara. O filme “Como Água Para Chocolate” é uma poesia áudio-visual, uma obra prima da 7ª Arte, que aborda esse aspecto de forma magistral;
  • A alimentação é uma experiência pessoal, podendo ser (mal) utilizada como instrumento para se obter controle sobre outras pessoas. Filhos que receberam uma invasão da opinião ou qualquer tipo de ressonância negativa (dissonância) por parte de seus pais ou responsáveis sobre seus processos de nutrição de uma forma em geral têm um fator potencial muito forte para manifestar defesas invadidas;
  • Classificação dos alimentos em biogênicos (alimentos vivos, que geram a vida), enfraquecidos (que perderam a vitalidade) e os biocídicos (tóxicos à vida) – veja em www.taps.org.br/Paginas/Alimentacao.html (arquivo “Nossa Alimentação”) mais a esse respeito;
  • Começar a alimentação pelos alimentos mais sutis, satisfazendo-se deles previamente antes de ir para os mais densos (técnica particularmente boa para quem deseja dissolver defesa carente e/ou obesidade).
  • Alimentação consciente – Aspectos: seletiva, saudável, ressonante com a sustentabilidade do planeta, prazerosa;

Em “A Ética da Alimentação – como nossos hábitos influenciam o meio ambiente e o nosso bem-estar” Peter Singer e Jim Mason citam 5 princípios éticos que deveriam nortear nossas escolhas alimentares:

  • Transparência: temos o direito de saber como nosso alimento é produzido;
  • Justiça: a produção de alimentos não deveria impor custos aos outros;
  • Humanidade: impor sofrimento significativo a animais por motivos menores é errado;
  • Responsabilidade Social: os trabalhadores deveriam receber salários e condições de trabalho decentes;
  • Necessidades: preservar a vida e a saúde justifica mais do que outros desejos.

Conteúdo atualizado em 24/01/2016     |     Versão 1.3.1 – 1ª Versão: Julho/2005

Deixe Seu Comentário

Comentário(s)
Se seu post não aparecer imediatamente, atualize a página pois ele já deve estar ativo.