EFT – Porque Funciona tão bem – item 13/15

Aceitação e Processamento das Questões Estagnadas, “Ruins”, Dentro de Nós


Foto: Vanessa Oliveira

Muito se fala sobre focar a positividade. Algumas pessoas chegam a questionar se ao focarmos determinados problemas e desafios durante a EFT não reforçarmos a manifestação dessas questões.

Essa dúvida só será lançada por quem ainda não conseguiu ter uma experiência efetiva com EFT, pois a prática mostra justamente o contrário e há uma explicação clara e lógica pra isso: quando focamos questões estagnadas (problemas) que realmente já estão dentro de nós e estimulamos os terminais energéticos somados à programação mental e demais elementos da EFT, fazemos com que a energia que estava estagnada dentro de nós, portanto já instalada e realmente existente, se mova, se desloque e seja expelida.

A atenção concentra energia, nesse sentido, poderíamos pensar que ao focar a atenção no problema estaríamos concentrando o problema em nós. Entretanto, assim como a atenção concentra energia, a intenção a transmuta e esse processo de atenção/intenção ocorre em abundância durante as rodadas de EFT com a alternância das programações foco problema / foco “apesar da questão ‘X’ eu me aceito”, “mesmo com a situação tal eu me acolho…”.

Admitirmos que os problemas já estão dentro de nós é o passo seguinte dentro das etapas de cura posterior à negação. Podemos negar simplesmente por falta de aceitação ou até por inconsciência, mas o problema já existe, já está dentro de nós. Quando partimos do princípio de aceitar sua existência e começamos a processá-lo, todos os canais de liberação se abrem, caso contrário iremos permanecer com o mal instalado em nós…

Há de se ressaltar também que contextos terapêuticos são totalmente adequados para o processamento das questões problemáticas. É muito diferente você simplesmente ter o hábito de focar questões ruins no dia-a-dia e você focá-las dentro de um contexto terapêutico de processamento e liberação.

Focando no dia-a-dia esse tipo de questão, você as reforça e aumenta a intensidade de manifestação dessa frequência em sua vida. Trazendo-a à tona num contexto terapêutico de processamento, você as libera e abre espaço para a implementação de uma nova estrutura emocional, energética, psíquica etc.

As programações de sensibilização / focalização realizadas com a linha “Apesar do problema tal, eu me aceito, eu me acolho, eu escolho a coisa XYZ”, servem ainda para acertar o padrão energético de um sistema eventualmente deprimido, que funciona no sentido invertido.

Caso a pessoa esteja aplicando a técnica focalizando a questão ruim, por exemplo, “Raiva do Fulano, raiva do Fulano, raiva do Fulano” e a raiva não esteja cedendo em nada, uma das alternativas é, justamente, aumentar mais a focalização com o “Apesar dessa raiva que eu sinto do Fulano, eu… (incluir uma frase de reversão, a mais padrão é “me aceito completamente”, mas outras podem surgir de acordo com a especificidade de cada momento / questão).

<Anterior Próximo>

Deixe Seu Comentário

Comentário(s) para EFT - Libertação Emocional.
Se seu post não aparecer imediatamente, atualize a página pois ele já deve estar ativo.